Aprenda a fazer uma casa de caixinhas

 

foto_casinha

Casinha utiliza caixas de leite e suco – Foto: arquivo

A confecção de brinquedos e outros objetos com material que iria para o lixo é uma ação sempre bem-vinda. Mas vale refletir sobre três pontos importantes: utilidade, durabilidade e segurança. Vemos muitas oficinas de reutilização de resíduos que são momentos interessantes para as pessoas, adultos ou crianças, desenvolverem seu lado artístico e exercitarem sua criatividade. Muitos exclamam: olha só o que eu consegui fazer!, sem acreditar no que ela mesma conseguiu criar e também no que o lixo pode se transformar.

Mas é importante destacar: precisamos criar peças que não ofereçam riscos para as crianças e que sejam úteis e duráveis, usando sempre o mínimo de recursos já que a ideia é economizar e evitar poluição de qualquer tipo. Fazer carrinhos de garrafa Pet ou porta-trecos de latinhas é interessante se a transformação criar algo que, além de ser útil, tenha vida longa. De que adianta pegar um material que poderia ser usado na indústria da reciclagem, enchê-lo com tinta, cola e outros resíduos, inviabilizando sua reciclagem futura?

Caso você tenha uma sugestão que torne a confecção desta casinha mais fácil e mais ecológica, ou seja, que utilize menos recursos, gere menos resíduos e que não seja tóxica para o ambiente e para o ser humano, coloque em prática e compartilhe com a gente.

A construção da casinha ou de qualquer outro brinquedo deve integrar adultos e crianças em uma atividade lúdica prazerosa. Tenha calma e faça a tarefa com alegria e paciência.

Reduzir – Reutilizar – Reciclar

Falam em 5Rs, 7 Rs ou 10 Rs, mas os sempre atuais 3Rs simplificam o entendimento da maneira como podemos lidar com os resíduos. Primeiro, mais importante que reciclar – encaminhar para as indústrias que transformam o resíduo em matéria-prima – ou reutilizar – que significa dar nova utilidade para determinado material – é lembrar do primeiro R. Uma ação desafiadora e urgente nos nossos dias que é Reduzir. Consumir menos, gerar menos resíduos, ter consciência antes do consumo.

Agora vamos à casinha, lembrando que esta é uma sugestão para a reutilização de caixas de leite e suco, mas outros tipos de caixas também podem servir. Peça vizinhos e familiares para juntar as caixinhas para você e ajudar na empreitada.

Material: para este modelo de casinha foram usadas aproximadamente 600 caixas longa vida, fitas adesivas transparentes largas, quatro pedaços de bambu (dois de 1,50 m e dois de 1,30 m) e arame.

Medidas: a casinha tem 1,80m de altura, 1,50 m de largura e 1,30 m de profundidade, uma porta na frente e duas janelas nas laterais.

Como fazer:
Para fazer a casinha da foto, você vai precisar de um local para a sua instalação, protegida do sol e da chuva. Peça toda a família e os vizinhos para ajudar com os “tijolinhos” de sua casa. Assim rapidamente você consegue a quantidade necessária. Vai precisar também de um local para armazenar as caixinhas e, principalmente, de disposição para lavar cada uma das caixinhas internamente com água e sabão, mas sem desperdício.  Não deixe nenhum resíduo para não dar mal cheiro na casinha. Depois seque uma a uma. Para abrir as caixas, suspenda as duas orelhas da parte superior e corte. Alguns modelos possuem uma tampa plástica. Retire-as, corte no alto e lave da mesma forma. Depois de secar bem, você vai fechar novamente a caixinha para que ela volte a ter o formato original. Use a fita adesiva para fechar as caixinhas. Pronto, você já tem um dos tijolinhos que vão formar sua casa.

A foto acima serve de referência para você ver como deve ficar cada parte da casinha (telhado, frente, laterais e fundos). Para unir as caixinhas, você vai precisar de fita adesiva larga transparente. Coloque as caixinhas uma ao lado da outra e forme uma fileira unindo com a fita. Depois coloque as fileiras uma em cima da outra e fixe-as novamente para formar uma parede, lembrando dos espaços para a porta e as janelas. Ao finalizar os quatro lados da casinha e as duas partes que compõem o telhado, começa a montagem com a utilização dos arames para unir as extremidades internamente. Coloque os arames no alto e tenha cuidado para que eles sejam colocados de maneira que não ofereçam riscos para as crianças. Use também os bambus presos com arame na parte interna, próximo ao telhado da casinha, para ajudar na sustentação.

Está pronta a sua casinha. Boa diversão!

Web