Feira Terra Viva: agroecologia e economia solidária

Feira Terra Viva acontece todos os sábados pela manhã (exceto feriados) no espaço Mãe Gaia em Belo Horizonte – Fotos: arquivo

O consumidor já sabe: os agrotóxicos e outros insumos químicos usados na agricultura convencional podem trazer riscos à saúde das pessoas e do ambiente. Com consciência da importância de uma alimentação saudável e segura, é cada vez maior o número de pessoas que deixa de comprar nos sacolões e mercados e busca as feiras de alimentos orgânicos que existem por todo o Brasil. Pode dar um pouco mais de trabalho, mas nas feiras é possível conhecer de perto quem produz o alimento que você consome, o que inaugura uma relação verdadeira entre consumidores e produtores. Muito mais enriquecedor que apenas pegar um alimento na prateleira do supermercado, as feiras proporcionam um aprendizado sobre os tipos de alimentos produzidos, suas características e épocas de plantio, interações com os fenômenos climáticos e outras questões relacionadas ao trabalho no campo. Quando conhecemos e entendemos o processo de produção dos alimentos, valorizamos mais o alimento, quem produz e nos esforçamos para evitar o desperdício. Uma questão sempre presente para quem quer comprar alimentos sem agrotóxicos é onde encontrar variedade de produtos e preço justo. As feiras são uma boa opção para adquirir produtos sem agrotóxicos com preço acessível.

Feira Terra Viva

Em Belo Horizonte, todas as terças e sábados pela manhã, das 9h às 13h,  acontece a Feira Terra Viva, uma iniciativa que reúne diferentes segmentos da cadeia produtiva e de consumo de produtos agroecológicos, orgânicos e artesanais. A Rede Terra Viva é um empreendimento de economia solidária que estabelece alianças entre produtores e consumidores de alimentos e produtos que respeitam a saúde, as relações humanas e o meio ambiente.

Na Feira, no bairro Santa Tereza, os visitantes podem comprar produtos fruto do trabalho de associações, cooperativas, assentamentos, e agricultores familiares e urbanos. São hortaliças orgânicas e agroecológicas, cogumelos frescos orgânicos, mel, pães de fermentação natural e com ingredientes orgânicos, massas artesanais, frutas, brotos, granolas, quitutes integrais e sem glúten – e ainda produtos naturais de higiene e beleza, roupas e acessórios artesanais.

Sob a forma de uma rede autogestionada, a Terra Viva é uma iniciativa que, além de oferecer diversos alimentos saudáveis, isentos de insumos químicos, regionaliza a produção e a comercialização desses produtos dentro dos princípios da economia solidária e do comércio justo e solidário.

A Feira Terra Viva acontece todas as terças e sábados na rua Pouso Alegre, 1911 – bairro Santa Tereza – BH.

Mais informações: Feira Terra Viva – 31 9111-9359 / 9635-4810 – email: terravivavirtual@gmail.com

 

Conheça as diferenças entre os alimentos agroecólogicos, orgânicos e artesanais vendidos na Feira Terra Viva:

Agroecológicos: alimentos produzidos sem agrotóxicos, com respeito ao ambiente, aos trabalhadores e à saúde do consumidor. A produção agroecológica valoriza a biodiversidade e contempla o cuidado com as sementes, o solo, a água e o ar; o manejo dos resíduos e os procedimentos de pós-produção, envase, processamento, armazenamento, transporte e comercialização. A qualidade dos produtos é garantida por meio dos mecanismos de controle social da Rede Terra Viva.

Orgânicos: produtos que atendem a um conjunto de regras e procedimentos, adotados por uma entidade certificadora que dá garantia de que o processo produtivo foi metodicamente avaliado e está em conformidade com as normas de produção orgânica vigentes. O produto orgânico Brasileiro, exceto aquele vendido diretamente pelos agricultores familiares, deverá usar o selo do SisOrg – Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica.

Artesanais: alimentos e produtos artesanais cujos ingredientes não necessariamente têm origem orgânica ou agroecológica. Em contrapartida, seu modo de produção baseado em saberes ancestrais – valorizando a cultura popular – oferece ao consumidor uma consciência palpável sobre a cadeia produtiva.

Movimentação de consumidores e produtores na Feira Terra Viva

Diálogos e trocas sobre saúde, agroecologia e economia solidária